jusbrasil.com.br
2 de Dezembro de 2016
    Adicione tópicos

    TJ-MG : 200000039976790001 MG 2.0000.00.399767-9/000(1)

    COOPERATIVA - EXCLUSÃO DE SÓCIO - RESTITUIÇÃO DAS QUOTAS - PARTES.

    Tribunal de Justiça de Minas Gerais
    há 13 anos
    Processo
    200000039976790001 MG 2.0000.00.399767-9/000(1)
    Publicação
    10/12/2003
    Julgamento
    27 de Novembro de 2003
    Relator
    JOSÉ AFFONSO DA COSTA CÔRTES

    Ementa

    COOPERATIVA - EXCLUSÃO DE SÓCIO - RESTITUIÇÃO DAS QUOTAS - PARTES.

    Ao cooperado excluído do quadro social devem ser restituídas as quotas-partes do capital social, integralizadas e corrigidas monetariamente.

    Veja essa decisão na íntegra
    É gratuito. Basta se cadastrar.
    Disponível em: http://tj-mg.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/5807064/200000039976790001-mg-2000000399767-9-000-1

    1 Comentário

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

    O teor do documento foi excelente para minha orientação quanto ao meu pedido de devolução de minha cota parte junto a COOPTRAN- Cooperativa dos Instrutores de Trânsito da Grande Belém, considerando que fui uma das fundadoras dessa cooperativa no ano de 1999 e em janeiro/2016 fui demitida o Quadro Social por motivos particulares (por não concordar com as diversas falcatruas entre diretoria e alguns cooperados). A atual diretoria entende de que nenhum cooperado tem direito de receber as cotas parte pelo fato de que nos anos anteriores somente houveram perdas e roubos de anteriores diretorias, porém nada ficou comprovado através de "Balanços" que não são demonstrados aos cooperados. O estudo deste documento nos faz refletir sobre o direito de pedir devolução de minha cota parte, considerando que desde 2005 não houve AGE ou AGO para atualização das cotas conforme preceitua a Lei de que a correção deve ser de 12% ao ano.
    Grato
    Rosa Costa continuar lendo