jusbrasil.com.br
2 de Dezembro de 2016
    Adicione tópicos

    TJ-MG : 102200700612330011 MG 1.0220.07.006123-3/001(1)

    REEXAME NECESSÁRIO - APELAÇÃO - AÇÃO ORDINÁRIA DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA C/C RESSARCIMENTO DE DANOS - CONVÊNIO COM A SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - AQUISIÇÃO DE ÔNIBUS PARA TRANSPORTE ESCOLAR - LEGITIMIDADE ATIVA DO MUNICÍPIO - IRREGULARIDADES NA PRESTAÇÃO DE CONTAS - ATO DE IMPROBIDADE - ARTIGO 11, INCISO III, DA LEI 8429/92 - PROVA ACERCA DE CONDUTA OMISSIVA OU COMISSIVA DOLOSA POR PARTE DO AGENTE PÚBLICO - INSUFICIÊNCIA - INAPLICABILIDADE DAS SANÇÕES DO ARTIGO 12 DA LEI 8429/92 - CONFIRMAÇÃO DA SENTENÇA.

    Tribunal de Justiça de Minas Gerais
    há 8 anos
    Processo
    102200700612330011 MG 1.0220.07.006123-3/001(1)
    Publicação
    19/09/2008
    Julgamento
    29 de Julho de 2008
    Relator
    ARMANDO FREIRE

    Ementa

    REEXAME NECESSÁRIO - APELAÇÃO - AÇÃO ORDINÁRIA DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA C/C RESSARCIMENTO DE DANOS - CONVÊNIO COM A SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - AQUISIÇÃO DE ÔNIBUS PARA TRANSPORTE ESCOLAR - LEGITIMIDADE ATIVA DO MUNICÍPIO - IRREGULARIDADES NA PRESTAÇÃO DE CONTAS - ATO DE IMPROBIDADE - ARTIGO 11, INCISO III, DA LEI 8429/92 - PROVA ACERCA DE CONDUTA OMISSIVA OU COMISSIVA DOLOSA POR PARTE DO AGENTE PÚBLICO - INSUFICIÊNCIA - INAPLICABILIDADE DAS SANÇÕES DO ARTIGO 12 DA LEI 8429/92 - CONFIRMAÇÃO DA SENTENÇA.

    - O Município detém legitimidade ativa para ajuizar ação de improbidade cumulada com ressarcimento de danos em face de ex-prefeito por suposto prejuízo enfrentado em virtude de irregularidades na prestação de contas acerca de verbas recebidas em Convênio firmado com a Secretaria de Estado de Educação.

    - A constatação de irregularidades na prestação de contas acerca de Convênio realizado com a Secretaria de Estado de Educação, para a aquisição de ônibus para transporte escolar, não configura, por si só, a prática de atos de improbidade pelo ex-prefeito, quando de sua gestão na Administração Municipal.

    - ""Os atos de improbidade só são punidos a título de dolo, indagando-se da boa ou má fé do agente, nas hipóteses dos artigos e 11 da Lei 8.429/92. (REsp 842.428/ES, Rel. Min. Eliana Calmon, DJ 21.5.2007)"".

    - Restando insuficiente a prova acerca do dolo do Agente Público, impõe-se a confirmação da sentença que julgou improcedente o pedido de condenação do mesmo nas sanções do artigo 12 da Lei 8.429/92.

    Veja essa decisão na íntegra
    É gratuito. Basta se cadastrar.
    Disponível em: http://tj-mg.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/5965982/102200700612330011-mg-1022007006123-3-001-1

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)