jusbrasil.com.br
27 de Setembro de 2016
    Adicione tópicos

    Crime em Ibirité: audiência hoje

    Tribunal de Justiça de Minas Gerais
    há 5 anos

    Acontece nesta sexta-feira, dia 17 de junho, às 13h, na Vara Criminal e da Infância e da Juventude do Fórum Doutor Arthur Campos, em Ibirité, a audiência de instrução e julgamento de M.A.T., acusado de estuprar e matar A.F.P., em janeiro de 2009, no distrito de Sarzedo.

    A sessão será presidida pela juíza Mariana Siani e o promotor Paulo Arnoldo Junqueira irá representar o Ministério Público. A expectativa é de que seja ouvida uma testemunha e o acusado.

    M.T. foi denunciado por homicídio qualificado (por motivo torpe, por meio insidioso ou cruel, com recurso que dificultou a defesa da vítima e para assegurar a execução, a ocultação, a impunidade ou vantagem de outro crime); por constranger a mulher à conjunção carnal, mediante violência ou grave ameaça e por furto, com agravante da reincidência.

    De acordo com a denúncia, que foi recebida no dia 19 de junho de 2010, M.A.T. abordou A.F.P., que estava em seu veículo no bairro Lindéia, em Belo Horizonte, simulou um assalto e obrigou-a a dirigir até Sarzedo. Após manter relações sexuais com a vítima, ele estrangulou-a, o que lhe causou a morte por asfixia. Em seguida, M.T. ocultou o corpo de A.F.P, assumiu a direção do veículo, o conduziu até a Via Expressa, em Contagem, abandonou o carro e fugiu.

    Outras acusações

    M.A.T. é acusado de estuprar e matar cinco mulheres na Capital e em outros municípios da região metropolitana, entre os anos de 2009 e 2010. Atualmente está preso na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte.

    Processo nº: 0048767-35.2010.8.13.0114

    Assessoria de Comunicação Institucional - Ascom

    TJMG - Unidade Goiás

    (31) 3237-6568

    ascom@tjmg.jus.br

    Disponível em: http://tj-mg.jusbrasil.com.br/noticias/2739724/crime-em-ibirite-audiencia-hoje

    0 Comentário

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)