jusbrasil.com.br
26 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Agravo de Instrumento-Cv: AI 4487839-92.2020.8.13.0000 MG

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
ano passado
Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
Câmaras Cíveis / 20ª CÂMARA CÍVEL
Publicação
26/11/2020
Julgamento
26 de Novembro de 2020
Relator
Fernando Lins
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO - TUTELA PROVISÓRIA DE URGÊNCIA - ABSTENÇÃO DE USO DA MARCA E COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS - CONCORRÊNCIA DESLEAL - VIOLAÇÃO DO TRADE DRESS - NECESSIDADE DE DILAÇÃO PROBATÓRIA

- Na forma do art. 300 do CPC, a concessão da tutela provisória de urgência está subordinada à demonstração da plausibilidade do direito autoral e do risco da demora do julgamento definitivo da causa, além da reversibilidade dos seus efeitos - O trade dress - conceito criado pela doutrina norte americana - é formado por um complexo de elementos visuais, que, quando compilados de forma peculiar, formam um todo distintivo capaz de gerar apresentação apta a permitir que o consumidor identifique determinada empresa, produto ou serviço de outros afins da mesma categoria - A suposta violação do trade dress demanda uma análise técnica que avalie o mercado existente, o grau de distintividade entre os produtos concorrentes no meio em que seu consumo é habitual e ainda o grau de atenção do consumidor comum - Apesar da alegação da prática de concorrência parasitária, não se vislumbra o perigo de dano se, na hipótese em análise, inexistem provas indicando que as vendas da empresa tenham sido minimamente reduzidas, após a suposta imitação de seu trade dress - A ordem de abstenção do uso da marca em desfavor de uma sociedade empresária, requerida em caráter de tutela de urgência, é demasiadamente gravosa e, portanto, poderá arruinar totalmente o negócio desta, devendo-se levar em consideração a fase prefacial que o processo se encontra.
Disponível em: https://tj-mg.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1132095348/agravo-de-instrumento-cv-ai-10000204487821001-mg

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça de Goiás
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça de Goiás TJ-GO - Apelação (CPC): 0133071-02.2012.8.09.0051

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciaano passado

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC 6129135-29.2015.8.13.0024 MG

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - AGRAVO DE INSTRUMENTO: AI 0069435-32.2018.8.19.0000