jusbrasil.com.br
17 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Criminal: APR 3715493-72.2007.8.13.0702 MG

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
há 9 anos
Detalhes da Jurisprudência
Processo
APR 3715493-72.2007.8.13.0702 MG
Órgão Julgador
Câmaras Criminais Isoladas / 2ª CÂMARA CRIMINAL
Publicação
11/03/2013
Julgamento
28 de Fevereiro de 2013
Relator
Matheus Chaves Jardim
Documentos anexos
Inteiro TeorTJ-MG_APR_10702073715493001_86e15.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

CORRUPÇÃO DE MENORES. DELITO FORMAL. PRESCINDIBILIDADE DA PROVA DE DESCAMINHO DO ADOLESCENTE. PRECEDENTES DO STJ.

Consoante orientação jurisprudencial de lavra do STJ, o delito de corrupção de menores fora alçado à categoria dos delitos de natureza formal, revelando-se prescindível à sua consumação prova da degeneração exercida pelo agente sobre a índole do adolescente. V.V. EMENTA: JUÍZO DE RETRATAÇÃO DE RETRATAÇÃO EM RECURSO ESPECIAL - POSSIBILIDADE - RECURSO PARADIGMA DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA - ACÓRDÃO RECORRIDO - ENTENDIMENTO CONTRÁRIO - REEXAME DA DECISÃO PELA TURMA JULGADORA - ART. 543 - C, PARÁGRAFO 7º, II, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL - MANUTENÇÃO DA ABSOLVIÇÃO EM RELAÇÃO AO DELITO DE CORRUPÇAO DE MENORES.
- Embora haja no STJ orientação no sentido de que o delito de corrupção de menores seja formal, no caso concreto, essa orientação não pode e não deve prevalecer, pois a decisão foi fundamentada em provas concretas.

Decisão

DERAM PROVIMENTO AO RECURSO MINISTERIAL
Disponível em: https://tj-mg.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/114774796/apelacao-criminal-apr-10702073715493001-mg

Informações relacionadas

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 3 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO EM HABEAS CORPUS: RHC 111434 CE 2019/0107356-4

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 10 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp 1127954 DF 2009/0119618-7