jusbrasil.com.br
3 de Julho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC 205XXXX-95.2012.8.13.0024 MG

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
há 8 anos

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

Câmaras Cíveis / 8ª CÂMARA CÍVEL

Publicação

24/02/2014

Julgamento

13 de Fevereiro de 2014

Relator

Edgard Penna Amorim

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-MG_AC_10024122056476001_ad8f6.pdf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇÃO CÍVEL - EMBARGOS À EXECUÇÃO FISCAL - ICMS - SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - OPERAÇÕES INTERESTADUAIS COM BEBIDAS - PREÇO MÉDIO PONDERADO A CONSUMIDOR FINAL - OPERAÇÃO PRÓPRIA EM VALOR SUPERIOR A 80% DO PMPF - UTILIZAÇÃO DE MARGEM DE VALOR AGREGADO - OPERAÇÕES INTERESTADUAIS - ART. 47-A DO ANEXO XV DO RICMS/2002 - ART. 19, INC. I, B', 3, DO ANEXO XV DO RICMS/2002 - LEGALIDADE - MULTA - CARÁTER CONFISCATÓRIO - NÃO CONFIGURAÇÃO.

1. Não há falar em ilegalidades na técnica da substituição tributária progressiva que tem previsão legal e constitucional, ou no estabelecimento do cálculo do ICMS por meio da utilização de margem de valor agregado quando o valor da operação própria do substituto tributário for 80% superior ao preço médio ponderado a consumidor final.
2. O fim da multa é punir o descumprimento de norma tributária que impõe o pagamento do tributo na data de seu vencimento ou o cumprimento de obrigação acessória, e, assim, desestimular a prática do ilícito por parte do contribuinte, o que, evidentemente, não implica autorização ao legislador para exigir multas moratórias em percentuais abusivos, que extrapolem os limites do razoável e configurem confisco do seu patrimônio.
3. Situação em que a multa exigida sobre o valor do tributo não se revela confiscatória.
4. Recurso não provido.

Decisão

NEGARAM PROVIMENTO AO RECURSO" Proferiram sustentação oral o (a) Dr (a). CINTIA TAVARES FERREIRA pelo (a) apelante (s) e o (a) Dr (a). MARCO TULIO CALDEIRA GOMES pelo (a) apelado (a)(s)
Disponível em: https://tj-mg.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/119389509/apelacao-civel-ac-10024122056476001-mg

Informações relacionadas

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AREsp 1946155 MG 2021/0242996-5

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AREsp 1845031 GO 2021/0052610-8

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp 1950783 PE 2021/0231969-4

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: RtPaut no AREsp 650085 MG 2015/0006114-3

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 19 anos

Supremo Tribunal Federal STF - EMB.DECL.NA AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE: ADI 1851 AL