jusbrasil.com.br
23 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC 5002666-69.2020.8.13.0382 MG

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
há 8 meses
Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
Câmaras Cíveis / 2ª CÂMARA CÍVEL
Publicação
23/09/2021
Julgamento
22 de Setembro de 2021
Relator
Alexandre Santiago
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO POPULAR - SUSPENSÃO DE DEMISSÃO DE PROFISSIONAIS - ATO ADMINISTRATIVO - INTERESSE DE AGIR - OCORRÊNCIA - EXISTÊNCIA DO ATO ADMINISTRATIVO DE DEMISSÃO - DÚVIDA - SENTENÇA CASSADA - NECESSIDADE DE PRODUÇÃO DE PROVAS.

- A ação popular é um instituto que visa à invalidação de atos ou contratos administrativos ilegais ou lesivos ao patrimônio público - Há interesse de agir em ação popular ajuizada com base em violação da moralidade administrativa e com a finalidade de obter o pronunciamento jurisdicional sobre a nulidade de demissões de contratações temporárias realizadas pelo ente público - As partes litigantes têm direito ao contraditório e à ampla defesa, corolários do devido processo legal, cumprindo ao juiz proporcionar os meios adequados para que elas demonstrem os fatos que deduzem - Não restando clara a existência ou inexistência do ato administrativo supostamente praticado, é necessário o retorno dos autos à instância de origem, para que haja a produção de provas pretendidas pelas partes.
Disponível em: https://tj-mg.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1286235302/apelacao-civel-ac-10000210055075001-mg

Informações relacionadas

Priscylla Souza, Bacharel em Direito
Modeloshá 2 anos

Modelo de peça: Ação Popular com Pedido de Liminar

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC 10021170016402001 MG

Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul
Jurisprudênciahá 13 anos

Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul TJ-MS - Apelacao Civel: AC 17758 MS 2008.017758-7