jusbrasil.com.br
20 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC 5000117-94.2020.8.13.0153 MG

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
há 6 meses
Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
Câmaras Cíveis / 15ª CÂMARA CÍVEL
Publicação
02/12/2021
Julgamento
25 de Novembro de 2021
Relator
Marco Aurélio Ferrara Marcolino
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL - EXECUÇÃO - CONTRATO DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS - ILIQUIDEZ - SENTENÇA EXTINTIVA MANTIDA.

A execução para cobrança de crédito fundar-se-á sempre em título líquido, certo e exigível. O contrato de honorários advocatícios em que o valor devido tem como base de cálculo o valor líquido da venda dos bens do inventário, exige a venda dos bens para apuração do quantum debeatur. Logo, por ser ilíquido e inexigível não pode lastrear a ação de execução.
Disponível em: https://tj-mg.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1332085675/apelacao-civel-ac-10000211265046001-mg

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 10 meses

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC 5114171-72.2020.8.13.0024 MG

Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul
Jurisprudênciahá 7 meses

Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul TJ-MS - Agravo de Instrumento: AI 1414388-49.2019.8.12.0000 MS 1414388-49.2019.8.12.0000

Tribunal de Justiça de São Paulo
Jurisprudênciahá 6 meses

Tribunal de Justiça de São Paulo TJ-SP - Agravo de Instrumento: AI 2084105-41.2021.8.26.0000 SP 2084105-41.2021.8.26.0000