jusbrasil.com.br
18 de Outubro de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Agravo de Instrumento-Cv : AI 10000180274490001 MG

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
há 3 anos
Detalhes da Jurisprudência
Processo
AI 10000180274490001 MG
Publicação
11/05/2018
Julgamento
9 de Maio de 2018
Relator
Juliana Campos Horta
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Disponível em: https://tj-mg.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/577544837/agravo-de-instrumento-cv-ai-10000180274490001-mg

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Agravo de Instrumento-Cv : AI 10000191252501001 MG

EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO - AÇÃO DE MANUTENÇÃO DE POSSE - LIMINAR DE MANUTENÇÃO DE POSSE - PREENCHIDOS OS REQUISITOS DO ARTIGO 561 DO CPC. - Para o deferimento de liminar na ação de manutenção da posse, cabe ao autor provar a sua posse; a turbação ou o esbulho praticado pelo réu; a data da turbação ou do esbulho; e a …
Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 10 meses

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Agravo de Instrumento-Cv : AI 5116494-25.2020.8.13.0000 MG

AGRAVO DE INSTRUMENTO - AÇÃO DE MANUTENÇÃO DE POSSE - LIMINAR - REQUISITOS. Para a concessão da liminar de manutenção de posse, nos termos do art. 561 do Código de Processo Civil, o requerente deve demonstrar a sua posse, a turbação praticada pelo réu, a sua data de ocorrência e a continuação na posse. Ademais, em lides …
Tribunal de Justiça de Alagoas
Jurisprudênciahá 3 meses

Tribunal de Justiça de Alagoas TJ-AL - Agravo de Instrumento : AI 0809295-02.2020.8.02.0000 AL 0809295-02.2020.8.02.0000

AGRAVO DE INSTRUMENTO EM AÇÃO ANULATÓRIA DE USUCAPIÃO C/C DANOS MORAIS. DECISUM QUE DEFERIU O PEDIDO DE TUTELA DE URGÊNCIA PARA DETERMINAR A MANUTENÇÃO DA POSSE PELOS AUTORES, BEM COMO QUE O REQUERIDO ABSTENHA-SE DE NOVAS TURBAÇÕES, DEVENDO SUSPENDER A CONSTRUÇÃO NA ÁREA EM LITIGIO, SOB PENA DE PAGAMENTO DE MULTA …