jusbrasil.com.br
26 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Agravo de Instrumento-Cv: AI 10290180083989001 MG

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
há 3 anos
Detalhes da Jurisprudência
Processo
AI 10290180083989001 MG
Publicação
03/07/2019
Julgamento
1 de Julho de 19
Relator
Shirley Fenzi Bertão
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO - AÇÃO DE INTERDITO PROIBITÓRIO - LIMINAR - COMPOSSE - IMÓVEL DEIXADO DE HERANÇA - AMEAÇA NA FRAÇÃO IDEAL OCUPADA POR UMA DAS PARTES - PRESENÇA DOS REQUISITOS LEGAIS - RESTABELECIMENTO DA COMPOSSE - ART. 561, 567 E 568 DO NCPC.

1.A ação de proteção possessória denominada interdito proibitório é aquela movida pelo possuidor direto ou indireto que tenha justo receio de ser molestado na posse por iminente turbação ou esbulho.
2. Para a concessão da liminar de proteção possessória, mostram-se necessários o preenchimento dos requisitos elencados nos artigos 561, 567 e 568 todos do CPC/73.
3. Assim, comprovada a posse anterior dos autores da ação de interdito proibitório, a ameaça exercida pelos réus/agravantes na posse exercida pelos autores sobre a parcela do imóvel litigioso, necessário o deferimento da liminar para o restabelecimento da composse entre as partes.
4. Recurso conhecido e não provido.
Disponível em: https://tj-mg.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/729466841/agravo-de-instrumento-cv-ai-10290180083989001-mg

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC 10319140012042004 MG

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 10 anos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC 0010641-46.2010.8.13.0879 Carmópolis de Minas

Tribunal de Justiça do Estado da Bahia
Jurisprudênciahá 7 anos

Tribunal de Justiça do Estado da Bahia TJ-BA - Apelação: APL 0000087-36.2013.8.05.0114