jusbrasil.com.br
20 de Janeiro de 2022
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Agravo em Execução Penal : AGEPN 10231120399788001 MG

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
há 4 anos
Detalhes da Jurisprudência
Processo
AGEPN 10231120399788001 MG
Publicação
18/06/2018
Julgamento
12 de Junho de 2018
Relator
Jaubert Carneiro Jaques
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

EMENTA: AGRAVO EM EXECUÇÃO PENAL - REINCIDÊNCIA RECONHECIDA NA SENTENÇA CONDENATÓRIA - RECONHECIMENTO DA REINCIDÊNCIA ESPECÍFICA PELO JUÍZO DA EXECUÇÃO - POSSIBILIDADE - AUSÊNCIA DE OFENSA À COISA JULGADA - DESNECESSIDADE DE A SENTENÇA CONDENATÓRIA MENCIONAR QUE A REINCIDÊNCIA É ESPECÍFICA EM CRIMES HEDIONDOS - EFEITOS DA REINCIDÊNCIA ESPECÍFICA VERIFICADOS ESSENCIALMENTE NA EXECUÇÃO PENAL - RECURSO NÃO PROVIDO.

- Tendo sido reconhecida a agravante de reincidência na prolação da sentença condenatória, ainda que não mencionado que se trata de reincidência específica em crimes hediondos, pode o Juízo da Execução a reconhecer, sem infringir a norma do art. 185 da LEP - A reincidência genérica e a reincidência específica receberam tratamento análogo no Código Penal, sendo que a específica tem, em regra, reflexo essencialmente na execução penal, sendo desnecessária sua menção na sentença condenatória, mormente quando só existem duas condenações, sendo ambas por crimes hediondos.
Disponível em: https://tj-mg.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/915276718/agravo-em-execucao-penal-agepn-10231120399788001-mg

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Agravo em Execução Penal : AGEPN 10231120399788001 MG