jusbrasil.com.br
18 de Outubro de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível : AC 5003246-70.2015.8.13.0707 MG

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
há 3 anos
Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
Câmaras Cíveis / 18ª CÂMARA CÍVEL
Publicação
29/01/2019
Julgamento
29 de Janeiro de 2019
Relator
Fernando Lins
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO CAUTELAR - GRATUIDADE DE JUSTIÇA - PESSOA FÍSICA - DECLARAÇÃO DE HIPOSSUFICIÊNCIA FINANCEIRA - CORROBORAÇÃO MEDIANTE DECLARAÇÃO DE ISENÇÃO DE DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA - CONCESSÃO DA BENESSE DEVIDA

- Para a aferição dos pressupostos da gratuidade, é irrelevante a opção da parte de ajuizar na Justiça Comum demanda que poderia ter sido proposta no Juizado Especial, tratando-se de exercício regular de direito que nada diz sobre sua condição financeira.
Disponível em: https://tj-mg.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/939959624/apelacao-civel-ac-10000181289588001-mg

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível : AC 10000181289588001 MG

EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO CAUTELAR - GRATUIDADE DE JUSTIÇA - PESSOA FÍSICA - DECLARAÇÃO DE HIPOSSUFICIÊNCIA FINANCEIRA - CORROBORAÇÃO MEDIANTE DECLARAÇÃO DE ISENÇÃO DE DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA - CONCESSÃO DA BENESSE DEVIDA - Para a aferição dos pressupostos da gratuidade, é irrelevante a opção da parte de …