jusbrasil.com.br
19 de Janeiro de 2022
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível : AC 5000887-34.2018.8.13.0452 MG

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
ano passado
Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
Câmaras Cíveis / 9ª CÂMARA CÍVEL
Publicação
24/07/2020
Julgamento
21 de Julho de 2020
Relator
Luiz Artur Hilário
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO REVISIONAL. JUROS ABUSIVOS. DANO MORAL. NÃO CONFIGURAÇÃO.

I. A configuração do dano moral depende da comprovação da conduta do agente, do dano e o nexo de causalidade. Ausentes qualquer um destes requisitos, afasta-se o dever reparatório.
II. A simples cobrança indevida de juros abusivos não tem o condão de ofender a honra ou a dignidade do devedor, de modo a obrigar a instituição financeira a indenizá-lo por danos morais.
Disponível em: https://tj-mg.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/941617628/apelacao-civel-ac-10000200761013001-mg

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul
Jurisprudênciahá 4 anos

Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul TJ-MS - Apelação Cível : AC 0804833-04.2017.8.12.0008 MS 0804833-04.2017.8.12.0008

Dr Daniel Pinheiro, Advogado
Modeloshá 3 anos

Modelo de Ação Revisional Bancos Juros Abusivos, parcelas em atraso