jusbrasil.com.br
18 de Outubro de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível : AC 0008226-74.2015.8.13.0472 Paraguaçu

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
há 5 anos
Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
Câmaras Cíveis / 14ª CÂMARA CÍVEL
Publicação
07/12/2016
Julgamento
1 de Dezembro de 2016
Relator
Estevão Lucchesi
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

BUSCA E APREENSÃO. NOMEM IURIS. CARÁTER SATISFATIVO.

O nomen juris atribuído ao feito é irrelevante para a aferição da sua natureza jurídica que tem a sua definição com base no pedido e na causa de pedir. O objetivo do processo cautelar é garantir a eficácia ou a utilidade do processo principal, bem como conservar determinada situação jurídica numa posição necessária ou conveniente a este mesmo processo, ou ainda, aquela de natureza satisfativa, tal como ocorre na hipótese em apreço, não havendo necessidade de propositura de ação principal, principalmente, tendo em mira o princípio da instrumentabilidade processual.
Disponível em: https://tj-mg.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/942518763/apelacao-civel-ac-10472150008226002-paraguacu

Informações relacionadas

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 16 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL : REsp 509300 SC 2003/0002339-1

CIVIL. SEPARAÇÃO CONSENSUAL. PARTILHA. BENS SONEGADOS. SOBREPARTILHA. CAUSA DE PEDIR. PRESCRIÇÃO. - O nome atribuído à ação é irrelevante para a aferição da sua natureza jurídica, que tem a sua definição com base no pedido e na causa de pedir, aspectos decisivos para a definição da natureza da ação proposta. Precedentes.