jusbrasil.com.br
20 de Janeiro de 2022
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível : AC 0024114-54.2013.8.13.0084 Botelhos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
há 5 anos
Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
Câmaras Cíveis / 1ª CÂMARA CÍVEL
Publicação
31/03/2017
Julgamento
21 de Março de 2017
Relator
Alberto Vilas Boas
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

EMENTA: ADMINISTRATIVO. AÇÃO CIVIL PÚBLICA. COBRANÇA DE SERVIÇO DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO. INEXISTÊNCIA DE TRATAMENTO DE ESGOTO COLETADO E TRANSPORTADO. TARIFA COBRADA COM DESCONTO. RECURSO PROVIDO.

- A tarifa de esgoto aplicada em todo o Estado de Minas Gerais obedece a um critério único estabelecido pela agência reguladora, haja vista que seu quantum abrange um percentual da tarifa de água equivalente a cinquenta por cento quando a concessionária não realiza o tratamento dos efluentes sanitários - Evidenciado nos autos que a tarifa está sendo cobrada em consonância com a legislação em vigor, não há se falar em redução do valor exigido, sob pena de gerar um desequilíbrio econômico-financeiro irreversível no contrato de concessão.
Disponível em: https://tj-mg.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/942942184/apelacao-civel-ac-10084130024114002-botelhos