jusbrasil.com.br
16 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Apelação Cível: AC 5673434-32.2007.8.13.0024 Belo Horizonte

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
há 11 anos
Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
Câmaras Cíveis Isoladas / 15ª CÂMARA CÍVEL
Publicação
26/07/2011
Julgamento
16 de Junho de 2011
Relator
Antônio Bispo
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

CÉDULA CRÉDITO BANCÁRIO - EXIGIBILIDADE.

A Cédula de Crédito Bancário, conforme previsão constante do art. 28 da Lei nº. 10.931/04 seja pela soma nela indicada, seja pelo saldo devedor demonstrado em planilha de cálculo, é título executivo extrajudicial. Tratando-se de cédula de crédito bancário, é permitida a capitalização mensal de juros. A comissão de permanência é devida após o vencimento da dívida, ou seja, no período de inadimplência, desde que não cumulada com correção monetária, juros remuneratórios, juros moratórios e multa, calculada à taxa média de mercado, limitada, contudo, às taxas contratadas pelas partes.
Disponível em: https://tj-mg.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/943501384/apelacao-civel-ac-10024075673434001-belo-horizonte